CHECK-UP MÉDICO COMPLETO: POR QUE É TÃO IMPORTANTE FAZER? VEJA POR ONDE COMEÇAR


O check-up médico completo é essencial para manter o corpo saudável e detectar qualquer problema no futuro

Você já marcou o seu check-up médico? Ou, pelo menos, lembra-se da última vez que fez algum exame clínico? Pois é, estar atento aos sinais do seu corpo é um importante começo, porém, ter um acompanhamento profissional periódico também é fundamental para garantir saúde, vitalidade e bem-estar, prevenindo ou tratando qualquer problema futuro que possa acontecer.

O check-up é uma avaliação médica completa e de rotina. Normalmente, ele é realizado de uma a duas vezes ao ano, dependendo da idade da pessoa e do histórico familiar. Nesses exames são feitos testes cardíacos, sanguíneos, das musculaturas e ossos do corpo, visão, etc. Segundo o cardiologista, Dr. Gabriel Dotta, o check-up é importante para a detecção e o tratamento precoce de possíveis doenças:

“A medicina está em constante evolução. O aprimoramento das pesquisas de muitas doenças crônicas trouxe avanços expressivos nos métodos diagnósticos e nos tratamentos disponíveis. Diante destes novos conceitos, a tecnologia aliada a um bom profissional médico faz com que as ações preventivas sejam muito mais eficazes”, explica o profissional.

Como e quando começar o check-up médico? Veja algumas recomendações

Teoricamente, o check-up médico começa desde quando estamos no ventre da nossa mãe, com o exame pré-natal. Quando crianças, nós frequentamos regularmente o pediatra e ao chegar à adolescência, momento que normalmente ficamos mais displicentes com a nossa saúde, até chegar à fase adulta e os problemas começarem a aparecer, afinal, é nesse tempo que ocorrem as principais mudanças e maturidade do nosso corpo.

Próximo aos 30 anos, ou a partir dele, o check-up se torna quase uma obrigação, por isso, o Dr. Gabriel Dotta indica: “O indivíduo deve começar sempre conversando com um profissional médico que possa acompanhá-lo durante a vida. Ele fará os primeiros exames e acompanhará os resultados, avaliando o paciente como um todo. O check-up varia conforme a faixa etária e o gênero. A história familiar dá informações importantes sobre o componente genético”, analisa o médico.

Check-up completo: Quais são os exames mais pedidos?

Essa avaliação clínica é composta de exames físicos e solicitação de exames complementares laboratoriais ou de imagem. Veja a lista de alguns dos principais pedidos:

– Medição da pressão arterial: Essa técnica ocorre a partir dos 18 anos e é feita para ter o controle, diminuindo os riscos de infartos e derrames no caso da hipertensão.

– Hemograma completo: É o famoso exame de sangue com todas aquelas solicitações para o controle de colesterol, hemoglobinas, glicemia, células vermelhas e brancas. Geralmente é feito uma vez no ano desde os primeiros anos de vida. É importante para notar o estado sanguíneo e do sistema imune, apontando infecções e outras complicações. Nesse pedido está incluso as análises de fezes e urina.

– Teste Ergométrico e eletrocardiograma: São pedidos, geralmente, a partir dos 20 anos de idade. Esses exames são fundamentais para apurar as condições cardiovasculares do paciente e prevenir complicações cardíacas.

– Ecocardiograma: Um dos exames mais pedidos e essenciais após os 40 anos de idade. Essa investigação serve para ficar atento à saúde do coração.

– Exames oftalmológicos: Exames de fundo de olho e da pressão se tornam mais comum após os 30 anos. Essa investigação ajuda a prevenir o glaucoma, por exemplo, diminuindo os riscos da degeneração macular.


Para as mulheres:

– Exames ginecológicos: O tradicional preventivo deve ser feito anualmente, no início da vida sexual da mulher. Além da ultrassonografia transvaginal e mamária que ajudam a detectar lesões, alterações do útero e atua na prevenção do câncer.

– Mamografia: Esse exame é fundamental para a detecção do câncer de mama, muito comum nas mulheres. É exigido a partir dos 30 anos, porém, se torna obrigatório anualmente a partir dos 40.

“Homens e mulheres são encorajados a realizar check-ups anuais, principalmente após os 40 anos, pois muitas doenças crônicas são silenciosas, por exemplo, as cardiovasculares e as neoplasias”, ressalta o Dr. Gabriel Dotta.

Tenha bons hábitos de vida: A sua saúde agradece

Segundo o cardiologista, além de estar em dia com os exames, cultivar hábitos saudáveis é importante:

“Os hábitos saudáveis de vida (alimentação de qualidade, não fumar, manter-se no peso ideal, praticar atividade física regular, dormir bem e diminuir o estresse diário) diminuem as chances de o paciente desenvolver problemas de saúde.

Os check-ups periódicos com o acompanhamento médico tem por objetivo enxergar o que os olhos não conseguem ver”

Fonte: https://www.conquistesuavida.com.br/noticia/check-up-medico-completo-por-que-e-tao-importante-fazer-veja-por-onde-comecar_a6637/1

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo