top of page

Você sabe o que é Outubro Rosa?

Outubro Rosa é uma campanha anual realizada mundialmente no mês de Outubro, e tem como objetivo alertar as Mulheres sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de Mama.


Sintomas de câncer de mama: conheça os 9 mais comuns

Esse tumor maligno afeta tanto as mamas quanto às regiões adjacentes, como as axilas

câncer de mama, apesar de ser um dos mais incidentes entre as mulheres brasileiras, com mais de 60 mil novos casos por ano - segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA) -, é bastante individual. Isso porque os sintomas de câncer de mama variam de caso a caso, podendo até mesmo nem se manifestarem nos estágios iniciais.

Segue alguns sintomas:

1. Dor na mama ou mamilo

Esse sintoma causa bastante dúvida. Afinal, câncer de mama causa dor ou não? A verdade é que, apesar de ser considerado um sintoma característico da doença, segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia, em 90% dos casos a doença é silenciosa, ou seja, não causa dor. Em geral, a dor na mama ou no mamilo surge em quadros mais avançados. Diante disso, é essencial consultar um médico sempre que sentir dor na mama.

2. Pele da mama enrugada

A inflamação causada pelo tumor é uma das principais causas para esse sintoma de câncer de mama. Dessa maneira, pode ocorrer uma retração da região, deixando a pele da mama com aspecto de casca de laranja, com algumas ondulações.


3. Pele da mama com vermelhidão e irritação

O câncer de mama pode provocar inflamação e até mesmo infecção (como a mastite) nos tecidos mamários. Com isso, há chances de a pele da mama apresentar vermelhidão e irritação. Entretanto, vale ressaltar que esse sintoma também pode surgir em condições benignas. Por isso, para ser considerado em sinal de alerta para câncer de mama, é preciso que ele esteja acompanhado de outros sintomas, como nódulos e/ou dor.


4. Inchaço em toda ou em parte de uma mama

O processo inflamatório também é o responsável por esse sintoma de câncer de mama, pois pode provocar um inchaço na mama toda ou apenas na parte acometida pelo tumor. Também pode ocorrer alguma mudança no tamanho das mamas, seja aumentando por causa do inchaço, seja diminuindo devido à retração.


5. Feridas na mama

Esse sintoma costuma aparecer com a evolução do tumor. Segundo um artigo do Journal of the Advanced Practitioner in Oncology (JADPRO), cerca de 2% a 5% dos casos de câncer de mama avançados desenvolvem feridas na mama. A lesão surge quando as células malignas infiltram a pele e causam ruptura, ulceração e/ou infecção na região.


6. Nódulo endurecido na mama

Um nódulo tumoral possui algumas particularidades: ele é endurecido, fixo, com crescimento progressivo e, na maioria dos casos, indolor. Isso significa que ele pode ser apalpado sem se mover dentro da mama e não reduz de tamanho. São essas características que diferenciam um nódulo maligno de um benigno - que não possui relação com câncer de mama.


7. Nódulo na axila

O câncer de mama também pode afetar a axila devido à proximidade entre as duas regiões. Isso porque há chances do tumor atingir os linfonodos (gânglios linfáticos) da axila - estruturas responsáveis por filtrar substâncias nocivas do organismo, incluindo células cancerígenas.

Durante esse processo, é comum que os linfonodos fiquem inchados, formando um nódulo na axila. Quando essas estruturas são comprometidas, geralmente a mais afetada é o linfonodo sentinela, que realiza o primeiro ‘filtro’ de substâncias suspeitas. “É extremamente comum quando vamos fazer uma cirurgia de câncer de mama retirarmos esse linfonodo sentinela”, explica o oncologista Wesley Pereira Andrade.


8. Mamilo invertido

O mamilo é considerado invertido quando há uma retração do órgão para dentro da mama. Existem algumas pessoas que já possuem essa condição naturalmente. O problema, no entanto, é se o mamilo invertido surge sem histórico anterior. Isso acontece, geralmente, quando o tumor está localizado atrás da aréola. Esse é um dos principais sintomas de câncer de mama e costuma estar acompanhado com nódulo e/ou secreção.


9. Mamilo com secreção sanguinolenta ou cerosa

“Nos casos malignos, as secreções dos mamilos são espontâneas, de aspecto transparente ou sanguinolento e associadas à presença de nódulos (caroços) na mama”, conta Heliégina Palmieris, mastologista da Rede de Hospitais São Camilo SP.


Essa secreção pode aparecer por causa de uma irritação do tecido situado dentro do ducto mamário.


Mas vale observar se essa secreção está associada a outros sintomas de câncer de mama. Afinal, a maioria dos casos de secreção mamária é decorrente de alterações benignas. “Somente cerca de 10% estão relacionados ao câncer de mama”, pontua a mastologista.


Sintomas câncer de mama metastático

O câncer de mama é considerado metastático quando se espalha para outras partes do corpo, geralmente para ossos, fígado, pulmão ou cérebro. Nesses casos, os sintomas de câncer de mama também podem incluir fadiga, falta de ar, dor nos ossos, coceira na pele e icterícia (pele e olhos amarelados).


O que fazer ao observar esses sinais?

Caso sinta algum desses sintomas, o próximo passo é procurar um mastologista, que irá avaliar o quadro e pedir exames complementares para chegar a um diagnóstico assertivo. Os exames costumam incluir ultrassom das mamas, mamografia e biópsia. O médico irá avaliar o estágio do tumor e definir o tratamento mais adequado para o quadro - podendo contemplar cirurgia, quimioterapia e radioterapia.

A DAITEBI ANTECIPOU O OUTUBRO ROSA COM DESCONTOS ESPECIAIS PARA REALIZAÇÃO DE MAMOGRAFIA, US MAMAS E DENSITOMETRIA


AGENDE SEU EXAME!

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tireoide

Comments


bottom of page